sexta-feira, abril 24, 2015


 25 de Abril Sempre - Fascismo Nunca Mais


Não sei, meus filhos, que mundo será o vosso.
É possível, porque tudo é possível, que ele seja
aquele que eu desejo para vós. Um simples  mundo,
onde tudo tenha apenas a dificuldade que advém
de nada haver que não seja simples e natural.
Um mundo em que tudo seja permitido,
conforme o vosso gosto, o vosso anseio, o vosso prazer,
o vosso respeito pelos outros, o respeito dos outros por vós.
E é possível que não seja isto, nem seja sequer isto
o que vos interesse para viver. Tudo é possível,
ainda quando lutemos, como devemos lutar,
por quanto nos pareça a liberdade e a justiça,
ou mais que qualquer delas uma fiel
dedicação à honra de estar vivo.
Um dia sabereis que mais que a humanidade
não tem conta o número dos que pensaram assim,
amaram o seu semelhante no que ele tinha de único,
de insólito, de livre, de diferente,
e foram sacrificados, torturados, espancados,
e entregues hipocritamente  à secular justiça,
para que os liquidasse "com uma piedade e sem efusão de sangue."...


Jorge de Sena - Carta A Meus Filhos Sobre Os Fuzilamentos De Goya (excerto) 

terça-feira, abril 21, 2015

 
Ganso do Egipto

 
Pato mandarim

 
Rolinha
 
 
Hora da sesta para estas aves que se podem ver na Casa dos Bichos.
 
Um pequeno Zoo que os Viveiros Batalha, no Casal da Carrasqueira, estrada de Santo Isidoro, instalaram na zona onde compramos tudo o que precisamos para os nossos jardins e pequenas hortas.
 
Está um espaço cuidado com muita variedade de aves. As crianças adoram e os adultos também.
Voltarei lá para ver as cabrinhas anãs que na altura estavam no pasto.
 
Uma ideia genial, bem executada.
 
 

sexta-feira, abril 17, 2015



Tu já tinhas um nome, e eu não sei
se eras fonte ou brisa ou mar ou flor.
Nos meus versos chamar-te-ei amor.

 II

Cantas. E fica avida suspensa.
É como se um rio cantasse:
em redor tudo é teu;
mas quando cessa o teu canto
o silêncio é todo meu.

Eugénio de Andrade - Madrigal

terça-feira, abril 14, 2015

 


"A três de Abril o cuco há-de vir, e se não vier até oito está preso ou morto."


Provérbio popular português.

quinta-feira, abril 09, 2015

 
 
 
"O  que é existir
                                                                     - não nós ou o mundo -
                                                                     Mas existir em si?"
                                                        

Fernando Pessoa

quarta-feira, abril 01, 2015




Estamos a ser invadidos por extraterrestres.

Várias naves sobrevoaram o mar da Ericeira.

Ninguém se preocupou muito. Será que vieram para nos salvar?


segunda-feira, março 30, 2015




É urgente o amor.
É urgente um barco no mar.

É urgente destruir certas palavras,
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos,
muitas espadas.

É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros e a luz
impura até doer.
É urgente o amor, é urgente
permanecer.


Eugénio de Andrade - Urgentemente