segunda-feira, dezembro 30, 2013

terça-feira, dezembro 17, 2013

quarta-feira, dezembro 11, 2013




Sou de uma Europa de periferia
na minha língua há o estilo manuelino
cada verso é uma outra geografia
aqui vai-se a Camões e é um destino.

Velas veleiro vento. E o que se ouvia
era sempre na fala o mar e o signo.
Gramática de sal e maresia
na minha língua há um marulhar contínuo.

Há nela o som do sul o tom da viagem
O azul. O fogo de Santelmo e a tromba de água.
E também o sol. E também a sombra.

Verás na minha língua a outra margem
Os símbolos os ritmos os sinais.
E Europa que não mais Mestre não mais.


Manuel Alegre  - A Fala

sexta-feira, dezembro 06, 2013



Morreu Nelson Mandela.
A notícia correu todo o Mundo e em todo o Mundo o seu nome é conhecido e respeitado.

Foi o Homem que eliminou a frase indigna : "Whites  only" por uma democracia plena e próspera.

A sua luta, o seu exemplo,  a sua extraordinária humanidade ficarão para sempre no panteão da História.

Fotografia do Google


segunda-feira, dezembro 02, 2013




"Querer-se livre é também querer livres os outros"

Simone de Beauvoir

quinta-feira, novembro 28, 2013

sexta-feira, novembro 22, 2013




"Quando alguma vez, a liberdade irrompe numa alma humana,  os deuses deixam de poder seja o que for contra esse homem."

Jean Paul Sartre

quarta-feira, novembro 20, 2013



Ainda não é Natal, mas tal como na Venezuela, a nossa Selecção antecipou esta época festiva e deu aos Portugueses uma prenda que agradecemos com muita alegria.

Quem sabe, a única este Natal.

E, agora, Brasil lá vamos nós.

sexta-feira, novembro 15, 2013

sábado, novembro 09, 2013




O único mistério do Universo é o mais e não o menos.
Percebemos demais as cousas - eis o erro, a dúvida.
O que existe transcende para mim o que julgo que existe.
A Realidade é apenas real e não pensada.

Fernando Pessoa/Alberto Caeiro

segunda-feira, novembro 04, 2013






 
 
Marés vivas na Ericeira - Novembro
 
 

quarta-feira, outubro 30, 2013



 
 
Discoteca Ouriço,  Ericeira, em Agosto








Discoteca Ouriço, Ericeira, em Outubro
 
 
Um prazer para os olhos . Tanto talento e imaginação. 
 
 

sexta-feira, outubro 25, 2013




Este bicho é encantado:
não tem barriga,
não tem tripas,
não tem bofes,
não é maribondo,
não é mangangá,
não é caranguejeira.
Que é que é Janjão?
É a Estrela do mar que quer me levar.

Só tem olhos,
só tem sombra.
Babau!
Não é jimbo,
não é mussum,
não é sariama.
Que é que é Janjão?
É a Estrela do mar que quer me afogar.

Este bicho é encantado:
não quer decomer,
não quer manguzá,
não quer carurú,
não quer quigombô.
Só quer te comer.
Que é que é Janjão?
É a Estrela domar que quer me esconder.
Babau!


Jorge de Lima - Bicho Encantado



segunda-feira, outubro 21, 2013


 
 Évora - Outubro 2013
 
Évora que não és minha
E que eu gostava de ter:
Moira cativa e rainha
Que não pude converter!
 
Não tenho nas minhas veias
Nem o templo de Diana,
Nem a praça de Geraldo,
Nem a brancura redonda
Da água das tuas fontes...
 
Tenho montes,
Vinho maduro e granito.
E esta certeza de ser
Filho de Cristo e de Judas.
 
Ah! Se eu pudesse mudar,
Já que tu, moira, não mudas!...
 
Miguel Torga - Canção a Évora
 
 

terça-feira, outubro 15, 2013



Não existimos mais que os nossos sonhos.


Teixeira de Pascoaes - Aforismos



sexta-feira, outubro 11, 2013

 
Azulejos no Convento do Varatojo - Torres Vedras
 
 
No dia 5 de Dezembro de 1791 Wolfgang Amadeus Mozart
      entrou no céu, como um artista de circo, fazendo piruetas
      extraordinárias sobre um mirabolante cavalo branco.
 
 
Os anjinhos atónitos diziam: Que foi? Que não foi?
Melodias jamais ouvidas voavam nas linhas suplementares
                                                             superiores da pauta.
Um momento se suspendeu a contemplação inefável.
A Virgem beijou-o na testa
E desde então Wolfgang Amadeus Mozart foi o mais moço
                                                                             dos anjos.
 
Manuel Bandeira - Mozart no Céu

segunda-feira, outubro 07, 2013




Tudo está
eternamente
escrito
(Spinosa)

Tudo está
eternamente
em Quito
(Uma Rosa)


Mário Cesariny - Colapso

quarta-feira, outubro 02, 2013



O Universo não é uma ideia minha.
A minha ideia do Universo é que é uma ideia minha.
A noite não acontece pelos meus olhos,
A minha ideia de noite é que anoitece por meus olhos.
Fora de eu pensar e de haver quaisquer pensamentos
A noite acontece concretamente
E o fulgor das estrelas existe como se tivesse peso.

Fernando Pessoa/Alberto Caeiro

sexta-feira, setembro 27, 2013




Venho do sol (uma cortina de bruma
envolve o dia). Testemunha
de uma solidão fresca, sem recordar,
sem esperar, volto a olhar no espaço mudo.
O cheiro a chão lavado.
Uma direcção entre vagas sensações.
Não existe uma pergunta. Suspenso, avanço
entre vazios.


António Ramos Rosa - Princípio de Estação


segunda-feira, setembro 23, 2013




Se é dever dizer o que
sem mestre aprendi da
vida digo:
a natureza tem tudo
mas cada coisa de
sua vez.
É simultânea como o
conhecimento:
sabe-se bem uma coisa
por causa de várias
que se sabem mal.
E tive paz quando
soube que antigos
me tinham deixado
isto mesmo.

Almada Negreiros

domingo, setembro 22, 2013

Conheça a beleza de Viena no outono


Conheça a beleza de Viena no outono

Você já se encantou pela beleza das folhas secas que caem no outono europeu? As estações de ano são tão fortes na europa que ditam moda e hábitos.

Nada melhor do que ver as transformações que a chegada de uma nova estação provoca na cidade e também nas pessoas. O charme do vestuário já anuncia que a temperatura está caindo.

Estamos no fim de setembro e esse período é marcado pelo fim do verão e chegada do outono. O sol vem com menos frequência, os dias frios vem chegando de leve. Se você gosta de descobrir novas paisagens o outono pode ser um período para você presenciar uma mudança bela na natureza.

Em Viena, por exemplo, a mudança marca a entrada de novos espetáculos e novas performances nos teatros e óperas da cidade. O lugar se veste para receber a nova estação.

O mês de outubro em Viena é marcado também pelo colheita da uva, alguns dias ensolarados ainda tem lugar, mas a maioria é nublado e chuvoso. O hábito dos europeus é passar mais tempo dentros dos pubs ou se esquentar em confortáveis restaurantes. O vinho quente, muito típico no inverno, já começa a aparecer em feirinhas pelas praças das cidades.

Antes do forte e frio inverno tomar conta da cidade, aproveite em Viena o monte Kahlenberg, aqui você tem uma vista panorâmica da cidade e seus bosques, é um dos locais preferidos pelos vienenses nos finais de semana. A natureza ganha novas cores e desfrutar dessas mudanças pode ser muito gratificante, a temperatura varia de 14 até 7 graus.

Caso a chuva chegue, você pode participar do Wien Modern Festival, são 21 apresentações entre 24 de outubro a 15 de novembro, é uma grande mostra da música contemporânea, não há como perder. Alías, Viena é conhecida como a Cidade da Música, a tradição de música erudita vem de berço, foi lá onde nasceram Mozart, Franz Schubert e Strauss.

No fim de outubro há o famoso festival de cinema Viennale, a produção de filmes independentes e de arte ganha espaço nas telas.

A capital da Áustria oferece muitos atrativos aos visitantes, além da programação cultural, os tradicionais monumentos são sempre um convite. Rathaus, a sede da prefeitura, é um dos locais mais visitados. Visite uma das maiores catedrais góticas, a Stephansdom – A Catedral de Santo Estêvão, construída no séulo XI.

Conheça o estilo Rococó no Palácio de Schönbrunn, construído em 1696. Desfrute também de passeios pelo rio que corta a cidade, o Danúbio.

Não esqueça de provar os tão desejados doces em Viena, entre eles a torta Sacher e a Linzer, e o mais pedido, o strudel de maçã. Os chocolates com belas embalagens que carregam a imagem de Mozart são ótimas dicas de presente.

A Áustria também tem a fama de ser um dos melhores lugares para se viver, então aproveite as suas qualidades e não esqueça seu seguro de viagem internacional, exigido no tempo de sua estadia. A língua oficial do país é o alemão, desde 1995 faz parte da união europeia, no mesmo ano  assinou o Acordo de Schengen e adotou o euro.

Que cidades você já visitou durante o outono?

 

quarta-feira, setembro 18, 2013

  

Nunca encontrei um pássaro morto na floresta.

Em vão andei toda a manhã
a procurar entre as árvores
um cadáver pequenino
que desse o sangue às flores
e as asas às folhas secas...

Os pássaros quando morrem
caem no céu.

José Gomes Ferreira

quarta-feira, setembro 11, 2013







Passeando por Óbidos com muito calor.
Mas cada um apreciava um dia de lazer num local que é sempre bonito.



sexta-feira, setembro 06, 2013

 
 Ericeira


Há dias em que julgamos
que todo o lixo do mundo nos cai
em cima. Depois
ao chegarmos à varanda avistamos
as crianças correndo no molhe
enquanto cantam.
Não lhes sei o nome. Uma
ou outra parece-se comigo.
Quero eu dizer: com o que fui
quando cheguei a ser
luminosa presença da graça,
ou da alegria.
Um sorriso abre-se então
num verão antigo.
E dura, dura ainda.


Eugénio de Andrade - Há dias

terça-feira, setembro 03, 2013



Canta, poeta, canta!
Violenta o silêncio conformado.
Cega com outra luz a luz do dia.
Desassossega o mundo sossegado.
Ensina a cada alma a sua rebeldia.

Miguel Torga - Voz Activa

quarta-feira, julho 31, 2013

sexta-feira, julho 26, 2013




Alguém me explica como é que um partido minoritaríssimo, consegue estar representado no Governo numa proporção manifestamente desigual ao seu real valor em votos?

Há dois anos, quando o povo votou, não deu, de certeza, o seu aval à presente situação.
Estamos a assistir a uma distorção da Democracia. Nessa altura a ninguém passaria pela cabeça que as principais pastas da governação seriam entregues, de mão beijada, a este partido absolutamente insignificante.

Os laranjinhas estão a ser muito bem espremidos. E deixam?

E  tudo  porque o tal senhor "irrevogável" teve uma birra.
Será que vamos ter de assistir aos "trecos"  todos do senhor até ser coroado rei?
Impossível!
Palavra de rei não volta atrás.
E nós sabemos muito bem  que ele volta atrás sempre que for preciso.

terça-feira, julho 23, 2013

 


No bengaleiro do mercado público
penduraram o coração.
Vestem o fato dos domingos fáceis.
Não têm rosto
têm sorrisos muitos sorrisos
aprendidos no espelho da própria podridão.
Têm palavras como sanguessugas .
Curvam-se muito.
As mãos parecem prostitutas.
Alma não têm. Penduraram a alma.
Por fora parecem homens.
Custam apenas trinta dinheiros.
 
Manuel Alegre - Trinta dinheiros (Praça da Canção)
 

Posted by Picasa

domingo, julho 21, 2013



Nem as moscas mudaram e a porcaria continua a mesma.

sexta-feira, julho 19, 2013




Finalmente um acontecimento notável!
Rui Costa  vence pela segunda vez uma etapa no Tour de France igualando o feito de Joaquim Agostinho.
Os Portugueses agradecem.

quarta-feira, julho 17, 2013

 

Na minha adolescência usávamos esta frase quando não tínhamos nada para dizer:
 
"Dados os factos que, na generalidade e real clarividência dos mesmos, dado que se assim não fosse, não há como se realmente".
 
Na embrulhada política em que nos encontramos apetece dizer o mesmo.
 


Posted by Picasa

segunda-feira, julho 15, 2013

 

Imagem da Wikipedia
 
 
 
Para começar a semana com um sorriso.
 
O Pedro estava feliz. Ia sair do manicómio pois estava curado.
Enquanto fazia a barba ia cantarolando com a sua voz de barítono.
Olhava-se ao espelho radiante.
De repente, num gesto desastrado, deu um piparote no espelho que cai ao chão e parte-se.
O Pedro olha para a parede vazia, aterrado.
Corre como um alucinado até ao gabinete do médico.
-Doutor,  doutor!
-Então Pedro, que se passa?
-Oh doutor, veja bem o meu azar, agora que estava curado, que ia sair livre deste manicómio, não é que fiquei sem cabeça.
 
Boa semana.
 


Posted by Picasa