sexta-feira, setembro 30, 2011







Deus quer, o homem sonha, a obra nasce.
Deus quis que a terra fosse toda uma,
Que o mar unisse, já não separasse.
Sagrou-te, e foste desvendando a espuma.

E a orla branca foi de ilha em continente.
Clareou, correndo, até ao fim do mundo,
E viu-se a terra inteira, de repente,
Surgir, redonda, do azul profundo.

Quem te sagrou criou-te português.
Do mar e nós em ti nos deu sinal.
Cumpriu-se o Mar, e o Império se desfez.
Senhor, falta cumprir-se Portugal!


Fernando Pessoa - O Infante

.

segunda-feira, setembro 26, 2011



 A recente entrada em vigor do Acordo Ortográfico  produziu em mim  um sentimento  de perda.
Ao longo da minha vida habituei-me a amar as palavras, tal como se escreviam até agora. Fazem parte do meu crescimento. Foi com essas palavras que li e continuo a ler os nossos grandes escritores. Afeiçoei-me a elas e vejo-as partir com muita tristeza.

Não acredito que este Acordo vá transformar quem  escreve mal e pronuncia mal a nossa Língua.
Quem é que nunca ouviu dizer:

"Enformação"  em vez de Informação
"Enteressado" em vez de Interessado
"Fonciona" em vez de Funciona
"Poribir" em vez de Proibir
"Biolgo" em vez de Biólogo
"Omnívaro" em vez de Omnívoro
"Hilcóptero" em vez de Helicóptero
"Helioporto" em vez de Heliporto
"Númaro" em vez de Número
"Solarengo" em vez de Soalheiro(quando se referem ao Sol)
"Competividade" em vez de Competitividade
"Empreendorismo" em vez de Empreendedorismo

E muitas, muitas mais.

O Acordo deixa cair as consoantes mudas.
Como assim "afetivo" como assim  "anticoncecional" como assim o meu deus "Egito"? (Como diria  Mário Cesariny). Para, logo a seguir, repescarmos o "p" em egiptólogo. Não entendo.

Comigo as consoantes mudas vão ter sempre voz.

.

quinta-feira, setembro 22, 2011







De Alcântara até Belém podemos fazer um agradável passeio e admirar este magnífico rio que torna Lisboa uma cidade única, cheia de luz.
É um ponto de encontro para  os lisboetas e não só. Há quem fique, quietinho, dentro do carro a olhar o rio.
Outros preferem caminhar ou andar de bicicleta., ou simplesmente sentar na relva e deixar correr a criançada. Quem o faz vem com a alma retemperada para casa.

.

terça-feira, setembro 20, 2011


Astérix e Latraviata de R.Gosciny e A.Uderzo



 Meus amigos, este é o sentimento depois de um "desvio colossal".
Boa semana.

.

quinta-feira, setembro 15, 2011




Tomar- Rio Nabão


Jogo contra o destino.
Cada minuto, cada desafio.
Livre neste baldio
Da liberdade humana,
Arrisco a consciência dos meus actos
Na roleta da sorte.
O triunfo e a  derrota não me importam.
Nenhum triunfo vale o sol que o doira,
E nenhuma derrota o é na morte
Que a temos certa.
Quero apenas fazer a descoberta
Do que posso e não posso,
Sem poder nada.
Aprendo a conhecer o meu tamanho
Pela maneira como perco ou ganho.


Miguel Torga - Medida


.

Outdoor activities

One of the most important activities to keep up with good health, is outdoor activities. The practice of jogging, walking or other activities that can stimulate your blood circulation and oxygenation of your body is good for your health.

But for doing that it is important to have a good material for sport practice, strong and suitable for the highest performance athletes, capable of resisting to the most hard conditions or the most common ones. People normally use to jog or walk on the neighborhood.

Comfortable shoes in the winter or good sandals in the summer, a good backpack to carry a bottle of water and some energy bars and light clothes are the minimum materials needed for a good walk. For that I recommend Sanuk Shoes, they are very comfortable and light, or Sanuk sandals according to the time of the year where you practice your outdoor activities.

Of course you can have some more things to add to your outfit, like good sunglasses or a hat that protects you from the sun but at the same time can serve as protection against the rain, a compass in order to keep always your north, a light t-shirt and a warm one that you can carry on your bag or backpack for an emergency.

A map of the region and a GPS can be useful too, and I say a map AND the GPS because accidents happen and the batteries don’t last forever, or else you need to have good orientation skills.
There are very good brands on clothing and gear for sports practice, some are very well known and expensive, some are fashionable and other brands are simply the best.

My preferences go for comfortable, durable and appropriate clothes, shoes and backpacks, materials that can make a mountain hike a pleasure and not a sacrifice and that are useful for both jogging and walking.
At Zephyr online store you can find a good selection of the best products and materials for practicing sports and choose also the brand that you prefer.

Buying online at Zephyr is easy, fast and the shipping is free for over $25 (twenty five) US dollars.
They have products for the most radical sports side by side with products for more conventional ones.

So, practicing outdoor sports can and must be done all the year and not only during summer or spring, walking, running, skating or cycling can be done at the winter too, as long that you have the right materials and protections.

segunda-feira, setembro 12, 2011

sexta-feira, setembro 09, 2011






Praia do Matadouro - Ericeira

Agora que o tempo se adoçou e a claridade é tanta que se consegue ver longe, longe, é que gosto de passear junto ao mar.
O ruído humano é substituido pelo das gaivotas. E o som do mar, mais audível, é magnífico.
Ainda temos uns bons fins de semana em Setembro. Espero.


.

terça-feira, setembro 06, 2011









Hà quem diga  que só depois das férias é que temos férias.

Talvez. As fotografias são uma maneira de perpetuar as mesmas.
Mas pode uma máquina captar o prazer de passear, o puro deleite de se deixar levar pela paisagem, pela companhia ou por um chocolate?

Esperam-nos tempos muito difíceis. E, que tal,  armazenar  uma boa dose de carinho, amizade, amor?
Pensem nisso.

.

quinta-feira, setembro 01, 2011




Ericeira - Praia dos Pescadores




Dão-se alvíssaras a quem encontrar o mês de Agosto.
Não dei por ele na Ericeira. Muitos dias cinzentos,frio, vento.
Onde, alguma vez, em pleno Agosto, se podia  entrar no Café Central, ver a esplanada compostinha e lá  dentro completamente vazio. Estranho, entrar sem encontrar  qualquer obstáculo. Poder escolher a janela preferida. Sentir a falta de famílias inteiras à volta das mesas com os filhos,  os carrinhos e os sacos e os jornais. Um silêncio total.
Haver lugar para estacionar o carro.
Escolher "aquele" restaurante e não haver filas de espera.
Apreciamos isto no Inverno, mas nunca em pleno mês de Agosto.
Terão ido para o Algarve? Mesmo o Sol?

.