quinta-feira, agosto 02, 2007

Tenho tanto sentimento
Que é frequente persuadir-me
De que sou sentimental,
Mas, reconheço, ao medir-me,
Que tudo isto é pensamento,
Que não senti afinal.

Temos, todos que vivemos,
Uma vida que é vivida
E outra que é pensada,
E a única vida que temos
É essa que é dividida
Entre a verdadeira e a errada.

Qual porém é verdadeira
E qual errada, ninguém
Nos saberá explicar;
E vivemos de maneira
Que a vida que a gente tem
É a que tem que pensar.

Fernando Pessoa - Cancioneiro (18/09/1933)

5 comentários:

Carminda Pinho disse...

Amiga que flor tão linda, como se chama? olha vou "roubá-la", não te zangas pois não?
Fernando Pessoa, um dos nossos maiores poetas.
Beijinhos

Bipede Implume disse...

A flor é do maracujá.
Em latim diz-se Passiflora.
Em português é a flor da paixão. Foi assim chamada pelos primeiros missionários espanhóis na América do Sul. Eles julgavam ver na forma da flor os símbolos da Paixão de Cristo.Alguma partes da flor representariam as feridas, os pregos, a cruz, a coroa de espinhos e os apóstolos.
Mi casa es su casa podes levar todas as flores que quiseres e não só.
Beijinhos.

Té la mà Maria - Reus disse...

una gran foto y una gran flor, felicidades

saludos desde Reus

boa feiras, obrigado !!!

Bipede Implume disse...

té la mà maria
Obrigada.
Bem preciso de umas férias, mas volto breve.
Um abraço.

alfacinha disse...

Boas férias flor de maracujá