terça-feira, junho 15, 2010








Arabela
abria a janela.

Carolina
erguia a cortina.

E Maria
olhava e sorria:
"Bom dia!"

Arabela
foi sempre a mais bela.

Carolina
a mais sábia menina.

E Maria
apenas sorria:
"Bom dia"

Pensaremos em cada menina
que vivia naquela janela;
uma que se chamava Arabela
outra que se chamou Carolina.

Mas a nossa profunda saudade
é Maria, Maria, Maria
que dizia com voz de amizade:
"Bom dia!"

Cecília Meireles


4 comentários:

alfacinha disse...

espero que portugal vá alcançar o melhor resultado de sempre
cumprimentos de Antuérpia de um fã dos tugas

Cristina disse...

Lindo, Isabel!
Bom fim de semana e beijinhos.

Ana Tapadas disse...

Isabel:
O poema é maravilhoso, mas as tuas rosas são magníficas!
Anda dolorosa a vida pela blogosfera..exames, exames, exames (fora o resto)!
Beijinho

Je Vois la Vie en Vert disse...

Se fosse de manhã, dizia-te "bom dia !" mas já +e noite e só me resta a dizer "desejo-te um boa noite, dorme com os anjos !"
beijinhos
Verdinha