terça-feira, julho 19, 2011



...
Os jornais da manhã publicam a notícia
de que os viram passar de mãos dadas sorrindo
numa rua serena debruada de acácias
Um velho sem família a testemunha diz
ter sentido de súbito uma estranha paz interior
uma voz desprendendo um cheiro a primavera
o doce bafo quente da adolescência longínqua
No inquérito oficial  atónito afirmou
que o homem e a mulher tinham estrelas na fronte
e caminhavam envoltos numa cortina de música
com gestos naturais alheios  Crê-se
que a situação vai atingir o clímax
e a  polícia poderá cumprir o seu dever.
...

Daniel Filipe - A Invenção do Amor (excerto)

.

4 comentários:

alfacinha disse...

uma visita aqui é sempre uma agradável chegar
cumprimentos de Antuérpia

Magia da Inês disse...

♥ •˚。
°° 。♥。

FELIZ DIA DOS AMIGOS!!!

♥ •˚。
°° 。♥。

Maria disse...

Muito belo!
Este poema de Daniel Filipe merece ampla divulgação...

:)

Ana Tapadas disse...

Querida Isabel,
poema de um autor extraordinário. A intensidade da sua poesia maravilha-me.

Beijinho e bom Domingo.