sábado, dezembro 10, 2011






Bendito seja o mesmo sol de outras terras
Que faz meus irmãos todos os homens
Porque todos os homens, um momento no dia,o olham como eu,                            
E nesse puro momento
Todo limpo e sensível
Regressam lacrimosamente
E com um suspiro que mal sentem
Ao homem verdadeiro e primitivo
Que via o Sol nascer   e ainda não o adorava.
Por isso, é natural - mais natural
Que adorar o ouro e Deus
 E a arte e a moral...

Fernando Pessoa / Alberto Caeiro  (O guardador de Rebanhos)

*

6 comentários:

Preciosa Maria disse...

Lindo pensamento feito versos!
Se permites te sigo com carinho
Tenhas um final de semana regado de muito amor

Je Vois La Vie en Vert disse...

Enquanto poder ver o sol a nascer será porque estou viva.
MAGNIFÍCAS FOTOS !
Beijinhos
Verdinha

Ana Tapadas disse...

Querida Isabel,
desta vez as fotos são sublimes!Eu adoro a segunda.
Aqui com chuva e muito que fazer...assim se vai o Sábado.

Beijinho

icedgurl disse...

trekking your amazing photos!!! thanks for sharing and keep posting!

cheers!
...TREK...

Vieira Calado disse...

...E como os guardadores de rebanhos têm o privilégio de ver nascer o sol, todos os dias!

Saudações poéticas.

Cristina disse...

Muiti,Lindo...
Bom semana e vivamente Pascoa!!!!
Beijinhos.