quarta-feira, setembro 26, 2007

-Ora (direis) ouvir estrelas! Certo,
perdeste o senso! E eu vos direi, no entanto,
que, para ouvi-las, muita vez, desperto
e abro a janela, pálido de espanto.

E conversamos longo tempo, enquanto
a Via Láctea, como um pálio aberto,
cintila. E ao vir o sol, saudoso e pranto,
ainda as procuro pelo céu deserto.

Direis agora: - Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido
tem o que dizem quando estão contigo?

E eu vos direi: - Amai para entendê-las,
pois só quem ama pode ter ouvido
capaz de ouvir e entender estrelas!

Olavo Bilac - Ouvir estrelas

3 comentários:

koborron disse...

¡No corras, ve despacio, que adonde tienes que ir es ti sólo!

Esto lo dijo el gran JUAN RAMÓN JIMÉNEZ, ese que escribió el "Platero y yo", que tanto nos gusta.

Ultimamente voy un poco acelerado, por eso siempre es un placer entrar en la calma envolvente de tu blog. Un abrazo

koborron disse...

corrijo:
NO CORRAS, VE DESPACIO, QUE ADONDE TIENES QUE IR ES A TI SOLO

Bipede Implume disse...

Koborron
Juan Ramón Jiménez é um sábio. E a ti agradeço as tuas palavras tão carinhosas.
Um abraço.