quarta-feira, dezembro 02, 2009




Amor é o olhar total, que nunca pode
ser cantado nos poemas ou na música,
porque é tão-só próprio e bastante,
em si mesmo absoluto táctil,
que me cega, como a chuva cai
na minha cara, de faces nuas,
oferecidas sempre apenas à água.

Fiama Hasse Pais Brandão (1939-2007)
Posted by Picasa

7 comentários:

Je Vois la Vie en Vert disse...

O amor, este sentimento que pode ser expresso de tanta maneira até numas fotografias das belezas da natureza !

Beijinhos

Verdinha

Ana Tapadas disse...

Isabel:
Fiama sabe falar do amor, mas nada iguala estas rosas molhadas pela chuva, assim resistentes e encantadoras! Lindas!
Beijinho

Flor ♥ disse...

O amor é tudo, e se basta...

Uma noite de paz, querida amiga!

Bjs.

Cristina disse...

Bom fim de semana, amigos, com muito amor!!
Beijinhos.

Meg disse...

Isabel,

Rosas orvalhadas e um belo poema de amor, da Fiama Hasse são um bálsamo para a alma e para o coração, neste tempo de tantos descontentamentos que nos esquecemos, tantas vezes, das coisas belas da vida.
Obrigada, minha amiga.

Beijinho para ti

Flor ♥ disse...

Vim deixar meu carinho
.
.
.
e desejar um final de semana de paz!
.
.
.

Bipede Implume disse...

Queridas amigas

Verdinha
Ana
Flor
Cristina
Meg

O amor é fundamental, para todas nós. Prefiro amar a "desamar". Torna-nos muito mais felizes. Afinal é tão mais fácil.
O vosso carinho deixa-me muito feliz.
Beijinhos.
Isabel