quarta-feira, abril 30, 2008

Hoje venho dedicar esta flor à Meg.
E também a música
A flor: para a fazer feliz.
A música também. É de Angola , é uma música tradicional, adaptada e cantada por Waldemar Bastos, também ele angolano. Uma voz de cristal puro.
O tema dedicado a Nossa Senhora de Muxima e diz assim:

O meu coração está limpo
Por isso posso ir à Nossa Senhora de Muxima (Senhora d'Santana)
Sem medos ou remorsos e nada me acontecerá.

Espero, querida Meg, que tenha ajudado neste dias menos bons.

(O CD teve como "executive producers" David Byrne e Yale Evelev)

8 comentários:

Cristina disse...

Belle journée du premier mai à vous deux.Il fait glacial chez nous!!!
BIsous.

Maria Faia disse...

Querida Amiga Bipede,

Neste final de dia do Trabalhador e da Espiga, trago-te um beijo embrulhado em Liberdade.

Maria Faia

Carminda Pinho disse...

E que linda flor...
A Meg vai gostar com toda a certeza deste teu miminho Isabel.
Os amigos são assim...:)

Beijos

Bipede Implume disse...

Querida Cristina
Pensa antes no calor que terás dentro de pouco tempo.
Aqui, finalmente, temos uma temperatura mais quentinha.
Beijinhos e saudades.

Querida Maria Faia
O que eu amo a Liberdade então vinda de uma amiga e com um beijo.
Valeu o meu dia que foi muito calmo, em casa.
Hoje vou para fora, mas levo-te no coração, amiga.
Beijo de amizade.

Querida Carminda
Sabes que ambas temos uma amizade
grande pela Meg. No pouco que me é permitido, tento dar-lhe algum alento para que ultrapasse estes momentos infelizes.
Para ti, amiga, um ótimo (escrito à moderna...brrr) fim de semana.
Vou para o Oeste apanhar sol.
Beijinhos e abraços.

meg disse...

Minha querida Amiga, Vi este carinho no próprio dia, mas como ao com os "fusos" trocados e para além dos posts, pouco posso fazer, porque estou no "estaleiro" e a maior parte do que faço aqui é na horizontal (daí os comentários cheios de erros)
Como te agradeçer o gesto de carinho nao sei... só sei que quero que nunca precises do tipo de apoio de que tenho sido alvo da parte de pessoas como tu.O resto são palavras de circunstância.
Vamos ter muitas memórias.
Estou a trabalhar a barra lateral, mas o que me consome mais tempo neste momento são os posts, não posso falhar aí.
A tua (minha flor)já lá está mas não visível.
Um grnde abraço e um bom fim de semana

meg disse...

Vês os erros? até para te agradecer, lá meti uma cedilha!!!!

Um abraço

Bipede Implume disse...

Querida Meg
A flor, esqueci-me de te dizer, é um Rhododendron, vulgo Azálea.
Vai com calma que é o meu lema.
Ninguém, aqui, está com pressa. Aliás verifico que a tua genica está lá toda.
Grande abraço.

meg disse...

Minha querida Amiga.
Isto não s~so horas de fazer comentários, mas isto é muito mais que isso.
Deixas-me muito comovida e tu parece que adivinhas os dias e as horas.
As Azáleas são plantas que adoro mas nem sempre nos entendemos, sao caprichosas e isso estimula-me.
Os teus gestos de afecto calam bem fundo no meu coração de tão raros hoje em dia.
CONTRIBUISTE PARA ME PACIFICAR A ALMA, PORQUE O QUEPARECE, NÃO É.
mas estou a tentar...
UM GRANDE ABRAÇO