terça-feira, abril 15, 2008

O meu fim de semana começou muito bem, com um enorme arco-íris.

Depois, em frente no cais, estava ancorado um barco com o nome de Poesia.

Por toda a Marginal havia um mar de alegria e cor devido ao Grande Prémio de Portugal
Moto Gp



E, por fim, em Carcavelos, no Forte de S. Julião da Barra, o ambiente normal de um belo dia de Sol.

7 comentários:

Carminda Pinho disse...

Oh! Estiveste aqui tão perto amiga.
Mas este fim de semana não fui para os lados da marginal.
Outros afazeres cortaram-me o passeio.:)

Beijos

PS: Belas, as fotografias.:)

Cristina disse...

Adoro a primeira foto, sublima!
Grande abraço e até muito brève!!

Meg disse...

S.Julião e um arco-iris... o resto fica para amanhã-
Ah,,, Isabel a casa já está escancarada...

Um abraço sonolento

koborron disse...

Na Galiza o arco iris llamase arco-da-velha, e cando chove e sale o sol as meigas van pra Ferrol.
Vicos.

meg disse...

Aos amigos comunico que, inesperadamente,
fui obrigada a mudar de residência.
Espero-vos a partir de agora em
Peço desculpa pela forma como o faço
mas se trata de uma emergência que
espero seja a última.
Aproveito para mandar um abraço do
vosso Amigo Romério para todos


E a Meg espera-vos aqui a partir de agora

http://recalcitrantemor.blogspot.com/

Kagahn disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Bipede Implume disse...

Querida Carminda
Gosto muito desse passeio pela Marginal. Nesse dia devido à prova de motas, havia uma fila enorme e vagarosa que me permitiu ir tirando algumas fotografias ao longo do percurso.
Beijinhos.

Querida Cristina
Pois, até muito breve, mas até Agosto vai ser longa a espera. Entretanto vamos matando saudades assim.
Beijinhos.

Querida Meg
Foi o que me aconteceu ontem. Quando me foi possível vir aqui conversar um bocadinho convosco, já era muito tarde e, pior, o sono era muito.
Tomei nota da tua nova morada.
Agradeço e retribuo o abraço para o Romério.
Grande abraço para ti, também.

Koborron
Em Portugal também se diz que quando chove e faz sol estão as bruxas a bordar um lençol.
Engraçado o teu comentário em galego. Porque a minha avó paterna era descendente de galegos e em sua casa se diziam muitas palavras em galego.
Agora, amigo tens de me dizer onde fica Ferrol pois deve ser um lugar onde não de deve ir passear.
Vicos também para ti.