quinta-feira, janeiro 22, 2009



Esta é a hora
em que a existência se constrói nos passos
de um deus que chega para me levar nos braços.

Esta é a hora
do espinho arrancar do pensamento.
Partir, nos rios nas aves ou no vento.

Natália Correia - Ir

Posted by Picasa

3 comentários:

ana disse...

O teu olhar a partir de Lisboa é magnífico!
Comigo estás à vontade: tenho meu cunhado há mais de 20 anos en NY e os meus antigos vizinhos no Ohio...
Oxalá seja como se anseia!
Beijinho

Flor ♥ disse...

Lindo poema!

Bipede Implume disse...

Olá amigas

Ana
Flor

Obrigada pela vossa presença.
Beijinhos.