sexta-feira, abril 24, 2009

Vieira da Silva (A Poesia está na Rua)


Acordo com os pássaros cativos,
Com a ária da vida nos ouvidos,
Acordo sem amarras nos sentidos,
Fiéis à sempiterna liberdade...
Nada pôde vencer a lealdade
Que juraram à deusa aventureira.
Nem as grades do sono, nem a severidade
Da noite carcereira.

Acordo e recomeço
O canto interrompido:
O desvairado canto
Da ira irrequieta...
- O canto que o poeta
Se obrigou a cantar
Antes de ter nascido,
Antes de a sua angústia começar.

Miguel Torga - Destino


25 de Abril, Sempre

Posted by Picasa

7 comentários:

Carminda Pinho disse...

25 de Abril sempre!!!
Viva a Liberdade!

Beijinho, Isabel.

ADRIANO NUNES disse...

Isabel,


Belíssimo poema!


Beijo imenso!
Adriano Nunes.

Maria Faia disse...

Querida Amiga Bipede,

Venho desejar-te um feliz dia da Liberdade.
Que ela seja comemorada com força e vigor para que não se perca no horizonte de dias cinzentos.
A poesia de Torga é um belo hino à esperança no devir.

Um beijo amigo,
Maria Faia

Vieira Calado disse...

25

d
e

A
B
R
I
L

SEMPRE!

Meg disse...

Isabel,

Com Miguel Torga e Vieira da Silva, lembraremos SEMPRE o 25 de Abril... não baixemos os braços, minha amiga

Beijo e cravos vermelhos para ti, neste dia

Ana Tapadas disse...

Amiga:
Bom feriado. Eu tinha quinze anos e frequentava o Liceu de Abrantes...
Sou de ideais: sem partido e sem religião, mas prezo a liberdade e, talvez, a divindade...Quem me dera a JUSTIÇA!
Ah...as buganvílias...é isso mesmo, por isso planto uma todos os anos! As geadas alentejanas, não são o sol algarvio.
Também ando muito ocupada, pois o ano lectivo caminha para o final.
Para ti e para o Platero um beijinho e bom domingo,
Ana

Bipede Implume disse...

Queridos amigos

Carminda
Adriano
Maria Faia
Vieira Calado
Meg
Ana

Há uma ligação muito forte entre nós que é o amor à Liberdade.
Fico grata e comovida por partilharem esse sentimento comigo.
Beijinhos.