segunda-feira, dezembro 01, 2008


(Flor de macieira Bravo Esmolfe fotografia em Nov."008)

"Aprendi com as Primaveras a me deixar cortar para poder voltar sempre inteira".

Cecília Meireles - Poetisa brasileira (1901-1964)

Posted by Picasa

7 comentários:

Cristina disse...

que flor delicadeza,e muito soberbo.
grande abraço frio de Belgica!

ana disse...

Linda ne verdaeira mensagem...
Assim vai a vida. Testes e mais testes para corrigir; apoio logístico a todos - sabes aquelas traves mestras? ...todos esperam algo de mim, o meu ar tranquilo vai enganando algum excesso de trabalho e o trabalho, ele próprio, vai-me viciando e curando pensamentos mais sombrios.
Não há volta a dar. Só esta rotina do blogue após o jantar se tornou um pequeno oásis que me impus (eu enm tenho tempo para andar por aqui).
Pronto confessei!
Beijinho e obrigada, sempre!
Beijinho

ana disse...

(vês ...as «gralhas», peço desculpa)

romério rômulo disse...

bípede:
a cecília está no topo da poesia brasileira.um grande abraço.
romério

Carminda Pinho disse...

Este teu cantinho é uma caixinha de surpresas para mim.
Nunca pensei sequer, que a macieira bravo esmolfe desse flores, quanto mais, que eram tão bonitas.:)

Beijos

Cristina disse...

Beijinhos, amiga.

Bipede Implume disse...

Queridos amigos

Cristina
Ana
Romério
Carminda

Grata pela vossa companhia.
Beijinhos.